COMO PLANEJAR UM CASAMENTO CIVIL

Cada vez mais as noivas brasileiras vêm optando pelo casamento civil acompanhado de um almoço ou jantar para convidados mais íntimos. Mas hoje falaremos apenas como planejar o seu casamento civil.

O primeiro ponto é se planejar para o casamento. Será necessário ir ao cartório e dar entrada no pedido com os seguintes documentos:

- Certidão de nascimento e RG originais do casal
- Comprovante de residência original e atualizado
- Duas testemunhas com RG originais

Se não houver nada que impeça a união do casal, em duas semanas os noivos podem se casar e possuem até 3 meses para oficializar o casamento, fora deste prazo, é necessário dar entrada novamente no processo.

Além disso, será preciso informar qual regime de união vocês escolheram:

1 - Comunhão parcial de bens - Todos os bens adquiridos após a data do casamento serão comuns ao casal.
Todos os bens adquiridos por cada um individualmente antes da data do casamento permanecem de propriedade individual de cada um, inclusive bens cuja aquisição tiver por título uma causa anterior, como por exemplo uma herança.

2 - Comunhão universal de bens - Todos os bens atuais e futuros de ambos os cônjuges serão comuns ao casal.
Para dar entrada ao processo de habilitação de casamento civil com este regime, é necessário que o casal compareça a um tabelionato de notas e faça uma escritura de pacto ante-nupcial, antes de dar entrada no casamento no cartório.

3 - Comunhão total de bens - Todos os bens atuais e futuros de ambos os cônjuges permanecerão sempre de propriedade individual de cada um.
Para dar entrada ao processo de habilitação de casamento civil com este regime, é necessário que o casal compareça a um tabelionato de notas e  faça uma escritura de pacto ante-nupcial, antes de dar entrada no casamento no cartório.

4 - Participação final nos aquestos - Os bens que os cônjuges possuíam antes do casamento e aqueles que adquiriram após, permanecem próprios de cada um, como se fosse uma separação total de bens. Porém, se houver a dissolução do casamento (divorcio ou óbito), os vens que foram adquiridos na constância do casamento serão partilhados em comum.

Lembramos que o regime de bens pode ser modificado após o casamento mediante alvará judicial e concordando ambos os cônjuges.

Após terem feito a escolha de vocês, é só convidar os padrinhos e amigos que queiram presente neste momento tão especial.

Alguns casais comemoram com um almoço ou jantar após o casamento civil e este será assunto para um próximo post, de preferência com almoço já que estamos falando de Casamento Diurno :)

Luiza Marques

Luiza Marques é fotógrafa de casamentos e famílias desde 2010. Seu trabalho é reconhecido e premiado internacionalmente, traz na bagagem casamentos na Itália e Estados Unidos. Acompanha as empresas da família de assessoria e decoração de casamentos a cerca de 20 anos e criou o site Casamento Diurno para compartilhar com suas amigas e clientes (as noivas e noivos) dicas do ramo. Conheça o trabalho da fotógrafa: www.luizamarques.com.br